Fibromialgia: o que é e quais são seus sintomas

fibromialgia

Conteúdo do artigo

  • Sintomas principais
  • Diagnóstico e Tratamento

A fibromialgia é uma doença que afeta 3% das pessoas na Espanha. Não apresenta risco de vida e é reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) desde 1992. É a segunda causa de consulta ao reumatologista e consiste em dores musculoesqueléticas generalizadas, tanto nos músculos quanto nos ligamentos e tendões, sem causa conhecido. As pessoas que sofrem com isso são extremamente sensíveis à pressão em certos locais do corpo, chamados pontos doloridos. Acomete mais mulheres de meia-idade, entre 30 e 50 anos.

Sintomas principais

O principal sintoma é a  dor causada  por estímulos que não devem causar desconforto. Ela se manifesta de várias maneiras: às vezes é difusa, afetando quase todo o corpo, e outras vezes concentra-se em uma área específica como a coluna vertebral, ombro ou pescoço, espalhando-se então para outras áreas. Quem sofre dessa patologia sente que a dor varia, dependendo da hora do dia, do clima, do estresse ou da atividade que vai realizar.

A síndrome da fibromialgia produz cansaço ou fadiga crônica, impedindo uma boa noite de sono em 80% dos casos. Causa rigidez em todo o corpo e impossibilita o paciente de se levantar da cama pela manhã. Também produz sensação de inflamação nas mãos e pés e formigamento nas mãos, dores na menstruação e intestino irritável, entre outros sintomas.

A fibromialgia não tem uma causa conhecida, embora se suspeite que possa haver fatores desencadeadores, como ter sofrido uma infecção bacteriana ou viral, um acidente grave ou ter uma doença autoimune, como lúpus ou artrite reumatóide. A Sociedade Espanhola de Reumatologia lembra que é uma doença crônica que causa surtos, que surgem diante do esforço excessivo, das mudanças climáticas ou dos estados de ansiedade ou depressão. Qualquer situação estressante, física ou emocional, pode desencadear isso.

Diagnóstico e Tratamento

Seu diagnóstico às vezes é complicado. É realizado por meio do exame físico, realizado pelo especialista, e da informação sobre os sintomas transmitidos pelo paciente. Pessoas com fibromialgia têm maior facilidade de a pele ficar vermelha, ao pressionar qualquer ponto do corpo com o dedo, pois apresentam alterações para regular os sistemas de irrigação sanguínea da pele. Não existem testes diagnósticos que ajudem a identificar a fibromialgia, por isso não é necessário realizar radiografias, ressonâncias magnéticas ou exames laboratoriais.

Essa doença reumatológica  não tem cura , mas o tratamento adequado melhora os sintomas, permitindo que a pessoa tenha uma qualidade de vida aceitável. Por isso, é importante conhecer a natureza da doença e quais fatores desencadearam os surtos, a fim de prescrever um tratamento para transtornos associados, como ansiedade e depressão. O exercício físico suave realizado diariamente ajuda a melhorar a saúde geral.

Os analgésicos reduzem a dor, mas só devem ser tomados quando o seu médico lhe indicar. Os relaxantes musculares também são eficazes em curtos períodos, assim como os antidepressivos, que aumentam os níveis de serotonina e melhoram os sintomas da doença.

One thought on “Fibromialgia: o que é e quais são seus sintomas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *