Fibromialgia, dor crônica, neuroestimulação mostra resultados promissores, estudo importante!

A estimulação transcraniana por corrente contínua  (ETCC) pode ajudar os pacientes com  dor crônica , como a  fibromialgia , de acordo com os resultados dos ensaios clínicos conduzidos pela TCT Research. O
tDCS  da TCT Research é uma forma não invasiva de neuroestimulação  que fornece corrente baixa e constante à área de interesse do cérebro por meio de eletrodos colocados no couro cabeludo do paciente. Embora os mecanismos exatos pelos quais a ETCC repetitiva  fornece alívio da dor  não sejam compreendidos, este método demonstrou alterar a conectividade funcional entre as regiões do cérebro que cercam o eletrodo estimulador. Comunicado à imprensa da Pesquisa TCT , os benefícios da estimulação tDCS foram relatados em vários estudos realizados em pacientes com  dor crônica , após acidente vascular cerebral ou lesão da medula espinhal e dor crônica associada a outras condições, como  fibromialgia , dor visceral,  enxaqueca , síndrome da dor (CRPS) e dor em membro fantasma (uma condição que afeta pacientes que, por exemplo, foram submetidos a uma amputação traumática de um membro).

Os pesquisadores acreditam que a ETCC  alivia a dor , causando mudanças na organização do córtex cerebral, especialmente nas áreas do córtex motor e do córtex somatossensorial primário, que afetam o padrão normal de atividade neuronal. Em um estudo de pacientes com dor. do membro fantasma, a estimulação repetitiva (10 vezes) com o método tDCS anódico, no córtex motor e no córtex somatossensorial primário, causou diminuição na frequência e intensidade da dor, em relação ao período anterior à estimulação.
Pacientes com  fibromialgia  também podem se beneficiar do tratamento com o método tDCS anódico. De acordo com um estudo publicado na revista  Scientific Reports, intitulado “‘Estimulação de corrente contínua anódica transcraniana’ no córtex pré-frontal dorsolateral esquerdo, modula a atenção e a dor na fibromialgia: ensaio clínico randomizado”, estimulação tDCS de 20 minutos, no córtex pré-frontal dorsolateral,  ajudou a controlar a atenção e Dor em pacientes com fibromialgia.


O estudo incluiu 40 mulheres com  fibromialgia  para avaliar as redes de atendimento que regulavam a dor, o estado de alerta, a orientação e o controle executivo. A estimulação tDCS  melhorou o desempenho na orientação e nas redes de atenção executiva,  mas não teve efeito na vigilância. Também aumentou o limiar de dor dos pacientes em comparação com pacientes não estimulados.“Essas descobertas sugerem que o efeito da tDCS, na dor e na atenção, pode ser um alvo importante para terapias de neuroestimulação, além ou em combinação com o córtex motor primário para indivíduos que não respondem ou são mais refratários a terapias de neuroestimulação ”, escreveram os pesquisadores do estudo. 

25 thoughts on “Fibromialgia, dor crônica, neuroestimulação mostra resultados promissores, estudo importante!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *